Skip to content

O Egbomy, o Estrangeiro e os Yawos

Em uma cidadela próxima de Ifé, vivia um grande Egbomy , já idoso, que agora se dedicava a ensinar Orikis, Aduras e as lendas dos orixas aos Yawos. Apesar de sua idade, diziam que ainda era agil e poderoso e podia derrotar qualquer adversário, era feito filho de Ogun e Xango, e lutava como se estes Orixas ainda estivessem no Ayie.

Certa tarde, um guerreiro estrangeiro e kosi, apareceu por ali. Provocador e astuto, tinha vencido vários guerreiros desde que estava no reino de Daomé. Sempre esperava o primeiro movimento dos adversários e, e com inteligência para observar os erros destes, contra-atacava de forma fatal. Jamais havia perdido uma luta e gostava de mostrar sua espada. Conhecendo a reputação do Egbomy, estava ali para derrotá-lo e aumentar sua fama.

Todos os Yawos se manifestaram contra a idéia, mas Egbomy aceitou o desafio. Foram todos para a praça central. Lá, o jovem começou a insultar o velho. Pedras chutadas em sua direção, cusparadas, gritos e insultos que, ofendendo inclusive, os ancestrais. Tudo para provocár o Egbomy, mas o velho sábio permaneceu como uma rocha, parado e inerte. No final da tarde, já exausto o impetuoso vira e vai embora.

Desapontados pelo fato do Egbomy ter aceitado tantos insultos, os alunos perguntaram: — Como o senhor suportou tantas coisas ?

Eis que ele pergunta :”Quando alguém entrega à você um presente, e você não o aceita, a quem pertence o presente?”

“A quem tentou entregá-lo” — respondem

O mesmo vale para a inveja, a raiva e os insultos — disse o Egbomy. —

Quando não são aceitos, pertencem a quem os carrega. A sua paz interior, depende exclusivamente de você, Evite as negatividades do mundo e dos tolos. Ninguém pode tirar sua serenidade, só se você assim aceitar.

Depois contou a história do dia em que os Orixás Ogun e Xango eram conhecidos em vida como inimigos, fizeram as pazes.

ASSIM AMIGOS, REAFIRMO : NÃO ACEITEM O NEGATIVO QUE VEM DAS SOMBRAS QUE ANDAM NESTA DIMENSÃO E SE DIZEM SERES VIVOS, SEJA O OBSERVADOR DE TUDO, AMIGO DE SEU OKAN, DONO E SENHOR DE SEU ARA, APRENDIZ E AMIGO DE SEU ORI.

Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: