Skip to content

Velhas Árvores

abril 1, 2011

Olha estas velhas árvores, mais belas
Do que as árvores moças, mais amigas,
Tanto mais belas quanto mais antigas,
Vencedoras da idade e das procelas…
O homem, a fera e o inseto, à sombra delas
Vivem, livres da fome e de fadigas:
E em seus galhos abrigam-se as cantigas
E os amores das aves tagarelas.
Não choremos, amigo, a mocidade!
Envelheçamos rindo. Envelheçamos
Como as árvores fortes envelhecem,
Na glória de alegria e da bondade,
Agasalhando os pássaros nos ramos,
Dando sombra e consolo aos que padecem!”-Olavo Bilac

Assim são nossos mais velhos, nossos protetores, protetores da nossa cultura.

Olhe com carinho e acompanhe com olhar atento, no dia-a-dia dos terreiros pelo Brasil, pois no simples cantar para uma folha existe a mais pura harmonia, que reflete a verdadeira energia, a verdadeira consagração do Candomblé, aquela que une, nos leva a nossos ancestrais e nos leva a nossos Orixás, nos fazendo ser parte única de uma grande energia primordial que a tudo faz existir !

Tem sido uma honra envelhecer com todos vocês neste mesmo tempo em que chegamos ao Àyié

Asé a todos !

Velhas Árvores

Velhas Árvores

Anúncios
Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: